Cidade da Cultura de Galícia (Espanha) – Peter Eisenman

Situada em Santiago de Compostela, emblema da tradição cultural européia e cidade histórica que foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1985, a Cidade da Cultura de Galícia, localizada em cima do monte Gaiás, se fixa como um formidável feito arquitetônico do novo século.

Desenhada pelo arquiteto americano Peter Eisenman para acolher as melhores exposições da cultura de Galícia, Espanha, Europa, América Latina e do mundo, esta nova “cidade”, inclusiva e plural, contribuirá para responder os desafios da sociedade de informação e conhecimento. Seus edifícios singulares, conectados por ruas e praças e dotados de avançado nível tecnológico, configura um espaço de excelência para a reflexão, o debate e a ação orientada para o futuro de Galícia e sua internacionalização.

Seus espaços acolherão serviços e atividades destinados a preservação do patrimônio e da memória, do estudo, da pesquisa, da experimentação, da produção e da difusão nos âmbitos das letras e dos pensamentos, da musica, do teatro, da dança, do cinema, das artes visuais, da criação audiovisual e da comunicação. Em relação ao projeto, se classifica como “deconstrutivismo moderno” e foi concebido através de uma reticula, aonde se instalam os pilares retangulares estruturais que não possuem o mesmo eixo que as paredes dos edifícios propostos. Alem disso, tal reticula está marcada no piso, através de diferentes materiais, fazendo com que a idéia estrutural percorra tanto espaços internos como externos.

A presença de pilares “não estruturais” de seção redonda serve para o apoio do forro e para a passagem de fios de eletricidade e descidas de hidráulica. A estrutura de apoio das fachadas é totalmente aparente, no interior dos edifícios e existem pontos de eletricidade de forma uniforme por toda a extensão do projeto, para que seja mais fácil de se ajustar a futuras modificações de programa ou reformas.

As prateleiras da Biblioteca possuem alturas distintas, remetendo o Monumento ao Holocausto em Berlin, também de Peter Eisenman. Por elas também existe a passagem de calefação e seu desenho foi feito para que os livros que não possam ser usados a todos os momentos fiquem posicionados de forma mais difícil de ser alcançados pelo publico. O partido arquitetônico, sinuoso, cheio de altos e baixos, se deu pela próprio relevo da cidade de Santiago de Compostela; as 5 ruas principais que chegam a Catedral, com suas subidas e descidas, as praças presentes pela cidade e a presença constante de espaços verdes levou com que o arquiteto relesse tais características em seu projeto de arquitetura.

 

O projeto ainda não esta terminado, mas dois edifícios já estão abertos a visitação.

Confira no site oficial: http://www.cidadedacultura.org

Fotos por Helo Barbeiro

2 Respostas para “Cidade da Cultura de Galícia (Espanha) – Peter Eisenman

  1. Estando lá é ainda mais incrível! É um daqueles projetos que emocionam!!! Até meus pais, que nao sao arquitetos, ficaram de boca aberta! Se um dia houver a oportunidade, nao deixem de conhecer!

  2. Projeto bonito (pelo AutoCad é mais fácil)mas muito difícil de executar.
    N5 sei porque estes arquitetos complicam uma obra que poderia ser bem mais fácil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s