Oscar Niemeyer X Walter Gropius

"(…) o Walter Gropius, era um babaca completo"

Essa simpática frase, do arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, ocorreu após um encontro de dois dos mais renomados arquitetos mundias…

Esse fato aconteceu em 1953 quando o fundador da Bauhaus, Walter Gropius, foi convidado a vir para o Brasil para ser jurado do prêmio de arquitetura na 2ª Bienal de São Paulo. Na ocasião Niemeyer e Gropius se encontraram e combinaram de conhecer a recente obra do arquiteto brasileiro, a Casa das Canoas, inaugurada dois anos antes no Rio de Janeiro.

Veja a matéria completa >>

7 Respostas para “Oscar Niemeyer X Walter Gropius

  1. Nao preciso falar que achei um absurdo os comentarios do velho Oscar!Descartou completamente o contexto em que apareceu a Bauhaus e dai seus conceitos… O interessante é que já vi fotos do proprio Niemeyer sentado nas famosas cadeiras bauhausnistas! Ai é legal?

  2. E nao foi o proprio Corbusier que falava na maquina de morar?E ele também que falou da setorizacao das cidades em espaco de morar, de trabalhar e de lazer? Na arquitetura nao pode setorizar e reproduzir, mas no urbanismo pode?E nao foi o proprio Oscar que validou o projeto do Lucio Costa, seguindo esses conceitos, para Brasilia?

  3. A velha história do arquiteto e seu ego!Gropius nem foi tão crítico assim… É que ele não conheceu certos projetos do dr. Oscar como a Biblioteca Nacional de Brasilia… o MON…

  4. Vc senta na cadeira que está a disposição, minha cara. Ninguém leva cadeira de casa…Absurdo, pela estupidez, foi o comentário do Sr. Gropious, um mediocre (ou seja, um cara somente mediano).Mas cada um tende a gostar do que é, ou, no máximo, do que quer ser.

  5. A CADEIRA FAZ PARTE DO ESCRITORIO DELE, NO CASO DA FOTO QUE EU COMENTO… OU SEJA, SE COMPROU O DESEGN MEDIANO PRODUZIDO PELA BAUHAUS E QUE ATÉ HOJE É REPRODUZIDO EM MASSA… PARECE BEM MEDIANO MESMO…HIHIHI!REDUZIR O TRABALHO DO GROPIUS E NAO ENTENDER SUA METODOLOGIA DE PROJETO DENTRO DO CONTEXTO HISTORICO EM QUE VIVIA A EUROPA (COISA QUE NAO ACONTECIA NO BRASIL) PARECEU SO UM MECANISMO DE DEFESA DO OSCAR… UM POUCO TRISTE, POIS PARECE QUE NAO SABE ACEITAR CRITICAS E SÓ ELOGIOS!E O FATO DE O MESMO OSCAR CITAR LE CORBUSIER COLOCA EM MANIFESTO AS MESMOS CONCEITOS QUE GROPIUS DEFENDE EM MUITOS DISCURSOS, COMO FALEI DO CASO DO URBANISMO DE BRASILIA… DE MANEIRA PESSOAL E PROFISSIONAL EU REALMENTE NAO QUERO SER OSCAR NIEMEYER E NINGUEM MAIS SERA, POR MAIS QUE TENTEM IMITAR AS CURVAS "INSPIRADAS NAS MULHERES BRASILEIRA" (UM DISCURSO UM TANTO QUANTO MACHISTA, MAS TUDO BEM)…ACREDITO SIM QUE A BAUHAUS TEM MTAS COISAS A SEREM SEGUIDAS, NAO SOH PELO GROPIUS MAS TAMBEM POR INUMEROS OUTROS PROFISSIONAIS QUE SAIRAM DESSA ESCOLA E QUE TEORIZARAM, DIFUNDIRAM, ESTUDARAM E TAMBÉM PERMANECERAM NO AMBITO ACADEMICO… MAS DE QUALQUER FORMA, ISSO TAMBEM PODE SER MEDIANO… O LEGAL É SER STARARCHITECT! AI SIM! HIHIHI

  6. Mas será que ao pé da letra o que o Oscar disse foram essas ofensas mesmo? Pq eu tenho um documentário que ele conta sobre esse episódio e ele se refere ao Gropius como "Um homem muito inteligente e que falou uma grande bobagem". No caso a bobagem foi a casa não ser multiplicável, sendo que mais que obviamente é uma construção para aquele terreno específico onde até a pedra foi aproveitada. Em nenhum momento ele pareceu não ter respeito pela obra de Gropius. Eu concordo em ser uma bobagem essa crítica de não ser multiplicável, existem projetos cujo o programa é ser multiplicável e existem projetos para lugares específicos. O Sesc Pompéia por exemplo não é multiplicável e nínguem questiona isso. O próprio Niemeyer conduziu projetos multiplicáveis nas superquadras em Brasília e não sei afirmar ao certo, mas dúvido que todos os projetos de Gropius foram multiplicáveis ou atingiram esse conceito com total eficiência. Acredito que esse duelo foi muito inflado pelos colegas profissionais durante décadas e tomou proporções muito maiores do que o fato em si, para mim são dois grandes arquitetos com visões distintas sobre como a arquitetura deveria evoluir em seu tempo, que guardavam respeito mútuo pelo peso de ambas carreiras. Sobre a biblioteca de Brasília, dou meu palpite que já fazem pelo menos uns 15 anos que os projetos assinados pelo velhinho nem passam pelas mãos trêmulas do homem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s