Arquitetura e Poder

Neste editorial analisaremos as profundas ligações entre o poder e a arquitetura.

Ao longo da História, desde as primeiras sociedades, notamos o conflito entre o indivíduo e a civilização. O indivíduo é frequentemente esmagado pelos interesses da civilização, os quais são postos como interesses do coletivo.
As Grandes Pirâmides e a Esfinge: símbolos de uma civilização

Denominamos civilização, uma sociedade que compartilha um mesmo patrimônio cultural, artístico, filosófico, tecnológico e econômico-social, dessa forma, o conjunto de habilidades e conhecimentos de uma civilização tendem a superar os do indivíduo, transformando esse tipo de organização social em um instrumento de sobrevivência comum.

É nas manifestações artísticas, mais notadamente na Arquitetura, que a grandeza e importância de uma civilização são mais usadas como tema e inspiração, seja pelo orgulho nacionalista de seu povo ou pela ambição e realização pessoal de seus líderes.
Esplanada dos Ministérios e Congresso Nacional: símbolos de uma nação
Como um organismo, a sociedade estabelece hierarquias e interesses, e é comum os líderes, com uso de sua força política, misturarem os interesses e ideais da sociedade aos  próprios. O resultado deste ato é o uso da civilização para a auto-promoção o que, por vezes, gera mudança nos rumos do processo civilizatório. Neste momento é que se invertem as ordens de grandeza e a civilização passa a ser subserviente ao indivíduo, ou seja ao líder, o qual, em busca de glória e de um lugar de destaque na história da civilização que representa, geralmente faz uso da arquitetura como um importante instrumento para deixar a sua marca, para assim, tentar ecoar seu momento de liderança às gerações futuras por meio de grandes obras  e monumentos. É nesse momento que a vontade de um líder interfere na civilização.

Estádio Olímpico de Berlim – símbolo de um regime político
Para fazer uso da arquitetura como meio de propaganda de um determinado regime, o líder ou governo em questão, depara-se com a figura do arquiteto, o profissional necessário para realizar tais empreedimentos. Dessa forma, pegando carona com a figura representativa do poder, o arquiteto, fruto da civilização que aquele poder representa, tem a oportunidade de exprimir também os seus próprios anseios e ideais, ainda que sob a sombra dos que demandam os seus serviços. Na maioria das vezes as obras e os arquitetos caem no anonimato, porém, são inúmeros os exemplos de obras e monumentos que acabaram maiores do que seus criadores, tornando-se símbolos da civilização.
Catedral de Notre-Dame – Símbolo do poder religioso
Deste encontro entre o poder e a arquitetura obtemos resultados distintos e controversos, além de algumas das mais importantes – amadas ou detestadas – construções e monumentos concebidos pela humanidade.
Torres do World Trade Center: símbolo do poder econômico

Por meio deste editorial mensal, tentaremos decifrar alguns exemplos de como o poder influencia a produção arquitetônica, simultâneamente rompendo e criando paradigmas, tornando esta arte capaz de simbolizar tanto o progresso quanto as maiores chagas da civilização. Neste espaço abordaremos estudos de caso específicos, analisando o trabalho de arquitetos ou obras isoladas, sempre sob a ótica da relação entre poder e arquitetura.

O tema da próxima postagem é: Megalomania: Albert Speer e o III Reich

Uma resposta para “Arquitetura e Poder

  1. Gostei muito desse editorial!!Achei mto legal que se colocou a Esplanada dos Ministérios!!Apesar do discurso do Nini (emeyer) e do Lucio Costa exaltarem este espaço como local democrático, e que acho mesmo que eles tinham isso em mente, para mim parece muito mais um espaço opressor… A cidade e a arquitetura se colocando como mais forte!É tão grande e a cidade de Brasília está tão afastada dos outros centros urbanos do Brasil, que foram poucas vezes que se viu a ocupação generalizada deste espaço! Assim que quando se vê uma pequena manifestação, de umas 200 pessoas por exemplo, elas são engolidas pelo mesmo e no final nem conseguem ser ouvidas…Muito bom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s