DIÁRIO DE VIAGEM DE UMA ARQUITETA: ALMERE E ROTERDÃ!

arquitetaviajante

Olá a todos,

Nessa nova fase do Ensaios Fragmentados, eu tinha que voltar a escrever a minha coluna sobre viagens arquitetônicas!! Estava super em falta!

Como prometido no post sobre o Lago Como (Itália) – veja aqui –  vou escrever um pouquinho sobre minha viagem a algumas cidadezinhas da Holanda! Quer melhor lugar para ver arquitetura contemporânea???

Almere, comparada as nossas cidades brasileiras, é bem pequenininha, não é? Roterdã seria mais como uma cidade média, com uns 700.000 habitantes. Mas, por ser um território pequeno em extensão e super bem comunicado por linhas de trem, nós resolvemos montar base em Amsterdã e ir de trem de manhã para essas cidades e passar o dia lá e voltar só a noitinha.

Acho que em Roterdã poderíamos ter ficado um pouco mais, mas viajamos bem no invernão, dezembro! Acho que isso prejudicou um pouco, porque o dia fica mais curto, e os passeios a pé um pouquinhoooo mais complicados… Mas nada que não se possa fazer e dá para curtir bastante!! A dica é procurar uma Starbucks ou um Mac Donald´s quando ficar com muito frio, se esquentar um pouquinho e continuar! Usar o transporte público como calefação também é uma ótima!!

Bom, vamos lá! Começando por Almere!!

P1090798

Se você clicar aqui, irá para um post aonde eu explico um pouco a urbanização e o projeto do Rem Koolhaas para Almere, por isso não preciso explicar de novo, não é mesmo? Mas definitivamente é uma cidade que merece ser vista! Apesar disso, um dia é mais do que suficiente!!

É só pegar um trem na estação central de Amsterdã e em uns 45 minutos você chega em Almere. Super rapidinho! Inclusive é tão pertinho que a cidade é uma cidade-dormitório de Amsterdã! Por isso também não tem muitoooo o que ver! Tudo que você verá por lá está bem concentrado na parte central, já que o resto é basicamente casas.

P1090807                              P1090826

Ah!! Vamos lá! O projeto de urbanização do Koolhaas foi o que guiou o Portzamparc na estruturação desse pequeno centro comercial a céu aberto que, infelizmente, no dia que fomos, estava bastante vazio! Era domingo e estava um pouquinho frio! hehehe! Mas conforme o dia foi passando, mais gente ia chegando para ir, principalmente, no cinema que tem por lá.

P1090827

Um pouquinho depois do complexo comercial está localizado um teatro projetado pelo SANAA. Esse clima gelado fez com que o edifício quase sumisse da paisagem, mas o que me deixou mais intrigada era o imenso espaço atrás dele, aparentemente sem uso (algumas vezes aparecia um doido passando por lá de ski…). Depois, vendo fotos do edifício no verão eu descobri que é apenas um supppperrr lago! Pois é… essas temperaturas tão baixa criam novos espaços e novas possibilidades de apropriação do mesmo, não é mesmo?!

P1090834                                   P1090838

Além dos edifícios residenciais e casinhas presentes na quadra do Portzamparc, algum adensamento surge com pequenas torres contemporâneas. The netherlands way of living!

P1090844                       P1090851 P1090863

Apesar do frio, o pessoal acabava saindo um pouquinho para fazer exercício ou levar as crianças para brincar na neve. Detalhe: em pracinhas destinadas para joguinhos de inverno! Lindo!!

P1090864                                      P1090865

Mas vejem só! Por alí parece que também há trabalho (não só casinhas e arquitetura de dar inveja)! Esse edifício aí abaixo é uma fábrica, acreditem se quiser!

P1090910                                    P1090915 P1090917

Roterdã definitivamente merece uns 2 ou 3 dias de visita. Eu, infelizmente, passei só um dia! E ainda estava bastante frio, o que dificultou um pouco nosso passeio por lá, porque eu acho que vale a pena ir caminhando sem rumo e descobrindo vários lugares interessantes (como o prédio abaixo)!!

 P1090199

Por lá, não poderia faltar um museuzinho do Roolhaas. O Kunsthal não tem a cara mais recente do Koolhaas, já que é um edifício mais antigo dele. De qualquer maneira vale a pena ir vê-lo e as exposições parecem ser sempre bem interessantes!!

http://www.kunsthal.nl

                                                                P1090219                                                P1090241

Outros lugares legais para dar uma passadinha é a Faculdade de Engenharia Náutica e de Transportes, que fica na beirinha da água! A arquitetura é do escritório holandes Neutelings Riedijk que tem várias obras legais pelo mundo!!

http://www.neutelings-riedijk.com

Além disso, as “Cubics Houses” já são super conhecidas. O problema é que somente uma está para visitação e melhor dar uma olhadinha nos horários e programar bem o seu dia para conseguir dar uma passada por lá… senão só por fora (como eu)!!

http://www.kubuswoning.nl

P1090286                       P1090305                               P1090332

Que saudades dessa viagem, mas tanto frio me cansa! O próximo post será sobre Roma; no VERÃO!!

Arrivederci Architteti!

Uma resposta para “DIÁRIO DE VIAGEM DE UMA ARQUITETA: ALMERE E ROTERDÃ!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s