Cidades Amigas da Bicicleta – The Copenhagenize Index 2013

cidades e bicicleta

O Index (Índice)

O Copenhagenize Index classifica as cidades segundo seus esforços para estabelecer a bicicleta como forma viável e aceitável dentro da rede de transportes urbanos. Isso porque, as cidades foram sendo, com o passar dos anos, desenhadas para adaptar-se aos automóveis, relegando a espaços menos qualificados (quando existem) aos usuários da bicicleta, pedestres e outros meios públicos de transporte. O desafio de implantação de infraestruturas para bicicletas, políticas públicas para que a integração das mesmas com outros meios de transporte – bem como restringir ou não o uso de carros em determinadas áreas da cidad, é um grande desafio.

A classificação das cidades foi feita através de 13 categorias diferentes com pontuação de 0 a 4. Além disso, havia um potencial para um máximo de 12 pontos de bônus. Em suma, um máximo de 64 pontos poderia ser atribuído. Logo uma relação básica com 100, daí chegou-se na pontuação da imagem a cima.

Os 13 parâmetros são eficazes em determinar se a cidade realmente é amigável às bicicletas, mostrando o que está no local, no momento da classificação. Os pontos de bônus nos permitem destacar os esforços extras que são difíceis de ver nos parâmetros. Por exemplo, uma cidade pode pontos se exista esforços políticos, prometendo infra-estruturas à bicicleta. Os pontos de bónus podem ajudar na determinação do nível da vontade política e do escopo do trabalho proposto.

As 13 categorias são:

Advocacia:

Como é (ou região / país) ONG de defesa da cidade (s) Considerado o nível de influência que isso tem?

Qualificação da defesa e manifestações a favor das bicicletas.

Cultura da Bicicleta:

A bicicleta já é um meio de transporte fortemente aceito ou somente aceito por alguns segmentos da sociedade?

Quais são os usuários da bicicleta?

Instalações para bicicleta:

São bicicletários facilmente acessíveis, rampas nas escadas, espaço alocado em trens e ônibus e bem concebidos?

Infraestrutura da bicicleta:

Como taxa de infra-estrutura de bicicleta da cidade?

Há infra-estrutura / ciclistas  são relegados ao uso de pistas de carros de alto nível de insegurança, ou existem ciclovias separadas.

Programa Compartilhar:

A cidade tem um programa abrangente e bem usado de compartilhamento de bicicletas?

Usuários

Qual a percentagem de ciclistas da cidade são do sexo masculino e feminino?

Modal Share Para Bicicletas:

Qual a percentagem de participação modal é composta por ciclistas?

Aumento desde 2006:

Qual o aumento da quota modal desde 2006 – o ano em que ciclismo urbano ganhou força?

Percepção de segurança:

Qual a percepção da segurança dos ciclistas na cidade?

Há leis que obrigam usos de equipamentos e regras de condutas para ciclistas?

Política:

Qual é o clima político urbano quanto ciclismo?

Aceitação social:

Como os motoristas e da comunidade enxergam os ciclistas urbanos?

Planejamento Urbano:

Qual a ênfase da bicicleta no planejamento urbano e as previsões da cidade?

Traffic Calming:

Quais esforços foram feitos para os limites de velocidade mais baixos – por exemplo 30 kmh zonas – e tráfego ?

Veja mais em: http://copenhagenize.eu/index

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s